page_banner

produtos

Kit de teste de nefropatia membranosa (MN)

Pequena descrição:

A nefropatia membranosa (MN) apresenta-se como uma doença autoimune órgão-específica.PLA2R, C1q e THSD7A podem ser usados ​​para orientar o diagnóstico, prognóstico e monitoramento da doença do MN.


  • Preço FOB:US $ 0,5 - 9.999 / Peça
  • Quantidade Mínima do Pedido:100 peças/peças
  • Capacidade de fornecimento:10000 peças/peças por mês
  • Detalhes do produto

    Etiquetas de produtos

    Solução Quimioluminescente(Doenças Autoimunes)

    Series

    Nome do Produto

    Abr

    Nefropatia membranosa

    Anticorpo Receptor Anti-Fosfolipase A2

    PLA2R

    Anticorpo anti-C1q

    C1q

    Domínio anti-trombospondina tipo I contendo anticorpo 7A

    THSD7A

    A nefropatia membranosa (MN) apresenta-se como uma doença autoimune órgão-específica.Os receptores de fosfolipase A2 (PLA2R), pertencentes ao receptor transmembranar tipo I, são expressos pela superfície das células glomerulares.Em pacientes com nefropatia membranosa com anticorpos para o receptor da fosfolipase A2 positivo, o anticorpo anti-receptor da fosfolipase A2 circulante e o antígeno para os receptores da fosfolipase A2 conjugam-se como um complexo imunológico, depositam-se na membrana basal glomerular, ativam o sistema complemento que, em última análise, danifica a célula de Sertoli e o barreira de filtração glomerular e causando proteína na urina.O nível de PLA2R está intimamente relacionado à atividade clínica, que é um bom indicador para prever o processo da doença.A análise mostrou que o nível sérico de PLA2R apresentou sensibilidade de 73% e especificidade de 83% para o diagnóstico de nefropatia membranosa idiopática ativa, indicando que o nível sérico de PLA2R tem valor diagnóstico no estágio ativo da nefropatia membranosa idiopática.

    C1q é um componente do complemento 1(C1), o iniciador da via clássica do complemento imune inato.C1q atua como a primeira subunidade de reação do primeiro componente do complemento C1.Liga-se a imunocomplexos antígeno-anticorpo, participa das vias clássicas de ativação do complemento juntamente com moléculas C1r e C1s e medeia a depuração de fatores infecciosos, produtos apoptóticos e imunocomplexos no sistema de macrófagos mononucleares.Quando existem anticorpos anti-C1Q, ele diminui a depuração do complexo imunológico e das células apoptóticas, estimula o sistema imunológico a produzir mais anticorpos, o que é um fator que leva à atividade da doença (lúpus eritematoso sistêmico).

    O domínio 7A da proteína reativa plaquetária tipo Ⅰ (THSD7A) é outro antígeno podocitário que causa MN após o receptor de fosfolipase A2 (PLA2R).A descoberta de THSD7A e seus anticorpos levou a uma nova compreensão do MN.O anticorpo THSD7A sérico pode se ligar ao antígeno THSD7A do podócito para formar um complexo imune in situ, levando à lesão do podócito e proteinúria.Semelhante ao anticorpo PLA2R, o anticorpo THSD7A pode ser usado para orientar o diagnóstico, prognóstico e monitoramento da doença de MN.

     


  • Anterior:
  • Próximo:

  • CASA